Reitoria da UFPE. Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife/PE CEP 50670-901
rpf@ufpe.br

Tag: ufpe

Jogos de tabuleiro e desenvolvimento cognitivo

Você sabia que os jogos de tabuleiro podem ter um papel importante no desenvolvimento cognitivo das crianças? De acordo com o programa educacional SUPERA Neuroeducação, os jogos de tabuleiro são uma espécie de ginástica para o cérebro devido ao seu caráter lúdico. Essas ferramentas são capazes de engajar os pequeninos e fazê-los desenvolver o raciocínio de forma descontraída e divertida. O Saúde é o Tema desta semana explica como os jogos de tabuleiro ajudam no desenvolvimento cognitivo.Recebemos o professor da Faculdade de Educação e Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional, e coordenador do Grupo Políticas do Texto na UFRGS, Luciano Bedin da Costa.

Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara

A Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara trabalha para recompor a história do que aconteceu durante a ditadura militar. Apesar de alguns documentos terem sido apagados, a comissão conseguiu encontrar registros da época e coletar depoimentos das vítimas e dos envolvidos. Novamente vivemos um período de ameaça à democracia, o que torna, mais do que nunca, importante conhecermos a nossa história para o período sombrio não retomar ao poder.O Conversa com Flávio Brayner receberá a professora emérita da Universidade Federal de Pernambuco e ex-representante da UFPE na Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara, Socorro Ferraz.

Judicialização da política

A política e o direito estão diretamente interligados e são, de certa forma, codependentes. Mas a judicialização da política ocorre quando a sociedade recorre ao Poder Judiciário para a resolução de questões importantes que não foram discorridas pela via política. Por isso, é importante saber de que se trata este fenômeno, as circunstâncias que envolvem seu acontecimento e suas consequências.O Conversa com Flávio Brayner irá receber o professor da Faculdade de Direito do Recife, Artur Stamford.

violencia contra a mulher

Violência contra a mulher: uma epidemia invisível

O The Lancet publicou em fevereiro deste ano que uma em cada quatro mulheres sofreu violência em algum período da vida. No Brasil, segundo a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, foram registrados aproximadamente 31.400 casos de violência doméstica somente no primeiro semestre de 2022.

Precisamos conhecer os tipos de violência contra a mulher e as maneiras com que elas se manifestam na sociedade, além dos impactos na vida das vítimas e a importância de denunciar um caso de violência contra a mulher.
No Saúde é o Tema desta semana, vamos falar sobre violência contra as mulheres.

Participam a socióloga, militante da Rede Mulheres Negras de Pernambuco e educadora popular da Cidadania Feminina, Liliana Barros, e a professora da Universidade Federal de Pernambuco, Ana Paula Melo.

A pauta da saúde na campanha eleitoral

A pauta da saúde na campanha eleitoral

~ pesquisa Datafolha do dia 02 de setembro revelou que 23% do eleitorado acreditam que a saúde é a área mais importante para definir o voto de presidente no país com o maior sistema público de saúde do mundo. Em época de eleição, promessas se tornam apenas mais uma pequena engrenagem na imensa máquina que é a campanha. Mesmo que a pauta da saúde seja recorrente nos discursos da maioria, muitas vezes é apenas uma promessa que não sai do papel.O Saúde é o Tema desta semana discute a pauta da saúde na disputa política atual.Convidamos a professora do Bacharelado em Saúde Coletiva da UFPE, Petra Oliveira Duarte e a médica sanitarista e professora de Saúde Coletiva do Centro de Ciências Médicas da UFPE, Heloísa Mendonça.

Como administrar uma universidade em tempo de crise e ataque ideológico

Nos últimos anos, com as mudanças de governo federal, as universidades públicas sofreram intensos cortes no orçamento e também passaram a ser atacadas ideologicamente. Dos estudantes ao reitor, todos sentiram o impacto. Para quem administra uma universidade, percebe o resultado de diferentes maneira. Em meio as tentativa de fazer o conhecimento de perder e se deteriorar, é preciso defender a universidade pública e a democracia. Contamos com a participação do Presidente da Academia Pernambucana de Ciências, professor e ex-reitor da UFPE, Anísio Brasileiro.

saúde do cérebro

Saúde do cérebro

O cérebro é um órgão vulnerável e, como qualquer outro membro do corpo, necessita de uma boa manutenção. O estímulo constante é uma poderosa arma contra a doença de Alzheimer, por exemplo. Por isso, os profissionais neurocientistas são essenciais no que tange os cuidados com o órgão pensante.
O Saúde é o Tema desta quinta semana irá tratar sobre a saúde do cérebro.

SETEMBRO AMARELO

Setembro Amarelo: Depressão e acolhimento

Em escala mundial, a taxa de suicídio tem diminuido consideravelmente, com exeção da região das Américas, onde os números aumentaram em 17%. Por isso, profissionais especialistas são extremamente importantes para podermos compreender os motivos por trás desses índices.O Saúde é o Tema dessa semana questiona os motivos e consequências do aumento do números de suicídios nas Américas.

câncer de pulmão

Câncer de pulmão

O câncer de pulmão é um dos tipos de câncer com maior incidência e uma das principais causas de mortalidade por câncer no Brasil. O Instituto Nacional do Câncer aponta que 13% dos novos casos da doença são justamente os de pulmão. Entre os principais fatores de risco está a exposição ao tabagismo, apesar de o consumo de cigarro ser proibido em locais públicos.

Cultura popular: público e difusão

No Brasil, a cultura popular apresentar uma diversidade cultural dentro de uma unidade cultural popular. Enfrenta diariamente desafios para não se perder e não se deteriorar. Além do mais, diante da consolidação de algumas redes sociais a música popular encontra desafios para se consolidar nas plataformas e permanecer viva. Também conversamos sobre os 50 anos de carreira de Antônio Carlos Nóbrega desde o início no movimento armorial e novos trabalhos.