Reitoria da UFPE. Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife/PE CEP 50670-901
rpf@ufpe.br

Categoria: Saúde é o Tema

HIV/Aids e Saúde Pública

A pessoa infectada pelo vírus do HIV pode viver anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a Aids, mas pode transmitir o vírus por relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou durante a gravidez e amamentação. Por isso, é importante fazer o teste e se proteger em todas as situações que oferecem risco de contaminação.
Vamos conversar com o coordenador do grupo de Trabalhos em Prevenção PositHIVo e presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos de PE, Wladimir Reis e o médico infectologista no sistema prisional, Hospital Oswaldo Cruz e Clínica do Homem do Recife (AHF) e defensor do SUS, Bruno Ishigami.

Saúde emocional dos jovens

Adolescentes e crianças gostam de estar em contato com os colegas, da liberdade de ir e vir, de passear e brincar. Mas essas atividades ficaram limitadas por causa da pandemia e afetou a saúde emocional dos jovens – muitos preferem passar grande tempo no quarto, com pouca interação com as pessoas dentro e fora de casa. Os pais e responsáveis precisam ficar em alerta a sinais de alterações no comportamento e saber como agir.

Abelhas e a nossa saúde

As abelhas produzem mel e própolis, que são ótimos para a nossa imunidade. Além disso, são responsáveis pela polinização de mais de 70% dos alimentos que comemos no dia a dia. Proteger as abelhas é essencial para a nossa alimentação e saúde não serem comprometidas com a diminuição da oferta de alimentos e queda na qualidade dos cultivos.

A Suspensão da Emergência Sanitária da Covid-19

Após assinar em 22 de abril a portaria que suspende a emergência em saúde pública de Covid-19, o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, considerou a capacidade de resposta do Sistema Único de Saúde, a melhoria no cenário epidemiológico no país e alta cobertura vacinal. Após 30 dias da oficialização, a medida passará a valer, mas isso não significa que a pandemia acabou. Vale questionar e discutir quais riscos que a suspensão provoca, além de discutir como estão as capacidades preventivas das unidades de saúde para o caso de novos surtos.

Cuidados Paliativos

A Organização Mundial da Saúde define que o cuidado paliativo “é uma abordagem que busca qualidade de vida dos pacientes e de seus familiares diante de doenças ameaçadoras da vida por intermédio da prevenção e do alívio do sofrimento por meio da identificação precoce e da avaliação impecável do tratamento da dor e de outros problemas físicos, psicossociais e espirituais.” Se diferencia da medicina curativa por focar no cuidado integral, através da prevenção e do controle de sintomas, para todos os pacientes que enfrentam doenças graves, ameaçadoras da vida. No Saúde é o Tema vamos falar sobre cuidados paliativos.

A vacinação das crianças

“Dados do Ministério da Saúde indicam que apenas quatro milhões de crianças tomaram a primeira dose um mês depois do Brasil iniciar a vacinação entre 5 e 11 anos. O número preocupa porque nos últimos anos as vacinas do calendário nacional de imunização registraram queda entre o público da mesma idade e as notícias falsas podem dificultar ainda mais a vacinação. O Saúde é o Tema de hoje esclarece as principais dúvidas sobre a vacinação das crianças.

Cuidados na atenção domiciliar

O atendimento domiciliar é uma forma de atenção à saúde oferecida na moradia do paciente, com a garantia da continuidade dos atendimentos realizados anteriormente no ambiente hospitalar. Esse tipo de tratamento pode ser feito por uma equipe diversa de profissionais da saúde que, com o apoio da família e de cuidadores, oferece um conjunto amplo de cuidados com foco nas necessidades específicas de cada paciente.

Autismo e Fonoterapia

O transtorno do espectro autista (TEA) é um transtorno de desenvolvimento cerebral que compromete em algum grau o comportamento social, comunicativo e de linguagem. Pode ter diferentes graus de expressividade com características diferentes em cada um e durar por toda a vida.

Saúde dos povos indígenas

A Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas deve garantir o acesso à atenção integral à saúde de acordo com os princípios e diretrizes do sus. O trabalho de acompanhamento nas comunidades indígenas é essencial para a promoção da saúde. É necessário contemplar a diversidade social, cultural, geográfica, histórica e política dos povos e o respeito e reconhecimento da eficácia das medicinas tradicionais indígenas. No Saúde é o Tema de hoje vamos falar sobre saúde dos povos indígena.

A baixa cobertura vacinal

Enquanto nos preocupamos em tomar a vacina contra a covid-19, não podemos esquecer de outras vacinas importantes que estão perdendo cobertura vacinal no Brasil. A baixa imunização contra o sarampo, a poliomielite e outras doenças nos últimos anos representa perigo para a saúde pública. No Saúde é o Tema de hoje vamos discutir a baixa cobertura vacinal.