Premiação

Melhor Filme Etnográfico
 
Quentura, Brasil, 2018, 36’
Diretora: Mari Corrêa. Pela delicadeza e narrar um grande problema mundial através de depoimentos de mulheres indígenas de várias etnias.
 
Melhor Documentário
Viagem aos Makonde, Portugal/Moçambique, 2019, 55’
Diretora:  Catarina Alves Costa.  Pela complexidade do  dispositivo que inclui imagens de arquivo da precursora da a tropologia visual em Portugal e imagens do presente da realizadora, numa narrativa reflexiva. Também pelo cuidado em devolver as imagens dos antepassados aos Macondes de hoje.
 
Prêmio Especial do Juri Oficial:
A vida é sempre um mistério, Brasil, 2019, 17’
Diretor:  Calvin Da Cas Furtado.
Pela narrativa da complexidade da vida de pessoas em situação de rua com a dignidade pertinente.
 
Quatro Menções Honrosas do Juri Oficial:
 
Luciamor (La mola de Lucía), Panamá, 2018, 17’
Diretora:  Ana Elena Tejera.;
 
A Era de Lareokotô, Brasil, 2010, 20’
Diretora: Rita Carelli;
 
Em Bora – Além das Margens Amazônicas, Brasil, 2018, 8’
Diretor: Leonardo Carrato;
 
Amazonimations, Reino Unido/Peru, 2018, 8’
Diretoras: Camilla Morelli, Sophie Marsh
 
Juri Popular:
Viagem aos Makonde, Portugal/Moçambique, 2019, 55’
Diretora:  Catarina Alves Costa.
 
Recife, 6 de outubro de 2019
 
Júri Oficial:
 
Carmen Rial
Dayvi Santos
Gabriela Zamorano
Graciela Guarani
José Ribeiro