Júri Oficial

Carmen Rial

Jornalista e antropóloga tem doutorado em Antropologie et Sociologie pela Université de Paris V (1992). Professora Titular do Departamento de Antropologia da UFSC (1982), atua no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (que já coordenou) e no Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas, que coordena. Participou da criação das revistas Ilha, Vibrant, Novos Debates e da TV ABA, é editora associada dos Anais da Academia Brasileira de Ciências. Realizou diversos documentários tendo recebido um premio Pierre Verger da ABA. Orientou 18 pos-docs, 37 teses (9 como co-orientação) e 23 dissertações. Dois de seus orientandos receberam o Premio Tese da CAPES. Coordena o Núcleo de Antropologia Audiovisual e Estudos da Imagem (Navi) e o Grupo de Antropologia Urbana e Marítima, e integra o Instituto de Estudos de Gênero (IEG). Foi presidente da Associação Brasileira de Antropologia (2013-2015). Atualmente, é Presidente do Conselho Mundial de Associações Antropológicas (WCAA) e co-coordenadora da União Mundial de Antropologia (WUA).

Dayvi Santos

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Pernambuco. Possui Licenciatura Plena em História e Especialização em História do Nordeste pela Universidade de Pernambuco, além de Bacharelado em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente, coordena a pasta de gênero e diversidade sexual na Secretaria de Educação de Pernambuco onde desenvolve sessões de cinema nas escolas  através do Andanças – Mostra de Cinema de Gênero e Diversidade e integra o Conselho Consultivo de Audiovisual de Pernambuco. Diretora e roteirista do curta-metragem “Avesso Revesso”, tem se dedicado a ações cineclubistas através do Cineclube Guiada, projeto aprovado no 11º Edital do Funcultura Audiovisual. 

Gabriela Zamorano

Docente do Colégio de Michiacan, México. Licenciada em Comunicação Social pela Universidade Autônoma Metropolitana (1996), Maestra em Antropologia Social pela The New School for Social Research (2000) e Doutora em Antropologia pela City University of New York.  A sua área de especialização é a antropologia visual. Atualmente está com um projeto de investigação que analisa comparativamente a produção e circulação de imagens fotográficas e audiovisuais, incluindo os indígenas em contextos nacionais e históricos distintos no México e na Bolívia. O trabalho acadêmico se complementa com atividades curatoriais de fotografia; colaboração na produção e difusão de vídeo indígena latino-americana; e projetos pessoais de fotos e vídeos.

Graciela Guarani

Comunicadora, Cineasta , Fotografa, designer e Oficineira de Audiovisual. Pertencente á grande Nação Guarani e Kaiowá de MS. É autora juntamente com outros jovens de dois livros de fotografia intitulados “Nossos Olhares e Olhares sobre o futuro realizado nas Aldeias Jaguapiru e Bororó de Dourados –MS (2004/2005) – AJI . Diretora, roteirista e cinegrafista em 4 curtas, sendo eles “ Terra Nua” -2014 ( Bienal de Cinema Indígena “ Aldeia SP” -2016), “ Mãos de Barros” T.I Pankararu –PE 2016 (festivais: Curta Taquary 2017; Festival de filmes Etnográficos do Ceará e festival 2017  e Festival de Triunfo-2017), “Mba’eicha Nhande Rekova’erã” 2018-MS ( Mensão honrosa no II Festival de Cinema de Paranoá – DF, FINCAR -PE e “ Tempo Circular” – 2018 (curta realizado com o incentivo fo funcultura/PE-2017). Além disso trabalha de forma independente com produtoras cinematográficas (KAM FILMES LTDA – ME/2015), como assistente de fotografia na série de tv “Amanajé” O mensageiro do ,na NEEDS MUST FILMS como Cinegrafista em uma produção do filme “My Blood Is Red”. Cineasta monitora no projeto intitulado “Cinema de Índio”(FUNCULTURA2016/2017-PE). Atua na Assessoria de comunicação da APOINME(Articulaçãos dos Povos indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espirito Santo. Atualmente atua como uma das cineastas indígenas pioneiras em produções independentes no cenário do cinema Brasileiro.

 

José Ribeiro

Licenciado (graduado) em Filosofia pela Universidade do Porto (1976), graduação em Cine Vídeo pela Escola Superior Artística do Porto (1989), mestre em Comunicação Educacional Multimedia pela Universidade Aberta de Portugal (1993) e doutorado em Ciências Sociais – Antropologia pela Universidade Aberta de Portugal (1998). Foi professor da Universidade Aberta de Portugal. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Visual, atuando principalmente nos seguintes temas: antropologia visual, antropologia digital, cinema, métodos de investigação em antropologia, interculturalidade e cultura afro-atlântica. Tem realizado trabalho de campo em Portugal, Cabo Verde, Brasil, Argentina e Cuba. Coordena a Rede Internacional de Cooperação Científica Imagens da Cultura / Cultura das Imagens. Professor visitante da Universidade Mackenzie (Educação, Arte e História da Cultura), da UECE, da UCDJB, da Universidade de Múrcia – Espanha (ERASMUS) e da Universidade de Savoie – França, Universidade de S. Paulo. Coordena o Grupo de Investigação antropologia visual /media e mediações culturais – CEMRI: Universidade Aberta. Atualmente professor visitante da UFG – Faculdade de Artes Visuais.